Veja como sair do aluguel vendendo bolo de pote.

Atualizado: Mar 25




Em meados de 2008 a atual gestão nacional, criou o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), destinado a auxiliar a população de baixa renda a conquistar o sonho da casa própria.


Eduarda trabalha a dez anos na cidade, com uma renda de R$ 1.600,00. Navegando em uma rede social, ela viu uma propaganda do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) em sua cidade e resolveu saber mais.


Depois de alguns cliques, Eduarda descobriu que com sua rende de 1.600,00 reais era compatível com um certo tipo de financiamento do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV). Ficou muito empolgada em ter sua própria casa, com segurança e conforto para seus filhos. Fez a inscrição e esperou sair o resultado, algum tempo depois o resultado foi anunciado.


Eduarda, com uma renda de R$ 1.600,00 conseguiu sua casa própria. Sendo que sua renda era menor que R$1.800,00 mensais. Nesse modelo o governo paga até 90% da sua casa e o restante você pode parcelar com o valor da parcela entre R$ 80,00 e R$270,00 e pagar em até 360 vezes, 30 anos para pagar a casa. Nessa modalidade a chamada faixa 01, não é feito consultas a SPC, Serasa, BACEN entre outros. Eduarda ficou muito contente em ver o sonho da sua casa própria se tornar realidade, chamou seus filhos ao chegar em casa e falou.


- Filhos, a mamãe conseguiu um financiamento para nossa casa própria. Em pouco tempo vocês terão o próprio quarto de vocês, um quintal pra você brincarem e mais espaço e segurança. Mas teremos que poupar durante esse tempo.

O filho mais velho de Eduarda. Olhou para sua mãe e disse.


- Mãe, vou ajudar a senhora a pagar a casa vendendo bolos de pote depois da escola.


Eduarda ao ouvir as palavras do filho, chorou de alegria e carinho. Hoje Eduarda e seus filhos vivem em sua própria casa, e pagam o financiamento da casa com a venda de bolos de pote.

7 visualizações

©2015 - 2020 por Vitiello & Milanezi Incorporadora. Criado por IESP Marketing Digital